sexta-feira, 1 de julho de 2011

Despedida da Bia e Loren

A Bia chegou no grupo Samaúma pra ficar. Nem ela sabia, pois até confessou que a idéia era ir uma vez, adquirir as informações que precisava, e não voltar mais...
Porém não foi bem assim... Depois da primeira vez, passou a ser assídua, sempre com muitas questões e posições, nem sempre faladas, mas expressadas. Chegou e ficou...
Foto: Vivian Scaggiante
Logo se interessou pelas aulas de Dança, mas, enquanto ainda estava grávida, não pôde vir muitas vezes. Quando veio, o corpo mostrava a leveza, determinação, flexibilidade, e todo o movimento que estava acontecendo tanto física quanto emocionalmente naquela linda mulher.
Teve um longo parto, cheio de desafios, que mostrou mais uma vez a sua força, determinação, persistência e transformação...
Nasceu Loren... uma linda menina, cheia de vida e de presença... Logo, logo estavam as duas, mãe e filha, prontas para embalar e serem embaladas.
Chegou pra ficar e não faltavam à uma única aula. O corpo da mãe buscando o movimento para se (re)estruturar depois da gestação e a bebê crescendo e se desenvolvendo lindamente e também aprendendo a ser um “corpo independente”. Chegou pra ficar... Mas precisa ir...
A Vida está levando Bia e Loren para outra cidade, outra casa, outras experiências... Mas com certeza vocês ficam nos nossos corações! Quando puderem, voltem para Dançar!

Confiram o depoimento da Bia sobre as aulas.

Beatriz e Loren

Foto: Elaine Santana


A dança pra mim constituiu uma verdadeira válvula de escape. Com meus pais longe, meu marido trabalhando em outra cidade e voltando pra casa somente nos finais de semana, mãe de primeira viagem, sozinha e sem ajuda, encontrei no curso a oportunidade de evacuar o estresse do dia-a-dia, relaxar o corpo cansado ainda do parto e da nova rotina, fugir da solidão, trocando informações e experiências com outras mães, além, é claro, do júbilo que dançar coladinha com minha bebê proporciona. Posso testemunhar que a Loren também se beneficiou da interação com outros bebês e, a contar de seus sorrisos e sonecas no sling, sob o embalo de suaves melodias, também adorou cada aula que juntas freqüentamos...