sexta-feira, 1 de julho de 2011

Beatriz e Loren

Foto: Elaine Santana


A dança pra mim constituiu uma verdadeira válvula de escape. Com meus pais longe, meu marido trabalhando em outra cidade e voltando pra casa somente nos finais de semana, mãe de primeira viagem, sozinha e sem ajuda, encontrei no curso a oportunidade de evacuar o estresse do dia-a-dia, relaxar o corpo cansado ainda do parto e da nova rotina, fugir da solidão, trocando informações e experiências com outras mães, além, é claro, do júbilo que dançar coladinha com minha bebê proporciona. Posso testemunhar que a Loren também se beneficiou da interação com outros bebês e, a contar de seus sorrisos e sonecas no sling, sob o embalo de suaves melodias, também adorou cada aula que juntas freqüentamos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário