domingo, 4 de novembro de 2012

"Dentro de Mim" - Sábado, 10 de Novembro, às 20h



Para assistir o Clipe da Apresentação Clique Aqui

Esta apresentação de Dança é parte da Programação do "Deguste Tugudum" financiado pela FUNARTE e Ministério da Cultura
Confira a Programação completa em www.tugudum.com.br



"Dentro de Mim" é uma leitura corporal da intensa vivência da maternidade. Desde a gestação, passando pelo parto, amamentação e o processo de se constituir mãe, com toda a ambivalência de sentimentos e sensações envolvidas.

A dor, o prazer, o amor incondicional, o cansaço, a culpa. O corpo da mulher em transformação, em movimento, da simbiose com o bebê à necessidade de construir uma nova identidade.

Um diálogo entre dança e fotografia que envolveu a pesquisa corporal partindo da técnica Klauss Vianna e de experiências pessoais e observações de outras mulheres no processo da maternidade.

Criação e interpretação: Larissa Carpintéro

Participação Especial: Elis de Carvalho Barros

Orientação: Jussara Miller

Posted by Picasa

terça-feira, 11 de setembro de 2012

"The ultimate challenge" - A Maternidade e a vida Profissional


    Não gosto muito de usar palavras "gringas" pra me expressar, mas esses dias uma amiga materna usou este termo pra comentar um lanche que fiz  para meu filhos que tinha o objetivo de ser saudável e ao mesmo tempo agradar MUITO as crianças. Aí fiquei pensando em qual era meu maior desafio no momento com relação à maternidade... e percebi que é o "de sempre"... Uma tarde dessas aqui em casa, cuidando do jardim, ao som de passarinhos, e ao mesmo tempo me "embrenhando em matas perigosas para matar dragões" junto com meu filho de 3 anos, me veio a sensação deliciosa de estar em casa, cuidando do "ninho". Sensação que eu adoro, de ver crescer uma criança, cuidando pra que se desenvolva de forma saudável, dentro do que é possível na nossa vida e na época em que vivemos. Sensação boa, mas que muitas vezes vem carregada de culpas e do medo de "errar feio", já que errar é inevitável e "acertar" será sempre relativo.  E assim continuo a busca de clareza sobre o que realmente quero e acredito ser o melhor, e a busca  de coerência entre minhas palavras e ações. Parece fácil...

Elis e João, meu filhos, por Vivian Machado Lopes lourenço
Um pouco por escolha e um pouco pelas circunstâncias da vida, tenho ficado mais em casa e olhado com mais cuidado para meus filhos e para mim mesma como mãe, esposa, mulher... e lá vem a a velha crise de conciliar a maternidade e a vida profissional. Pra mim é uma crise antiga que começou mesmo antes de ser mãe, quando sentia uma imensa vontade de estar em casa e me ocupar de cozinhar, plantar, cuidar... Quando vieram os filhos e, com eles, mudanças no rumo profissional, fui ficando mais satisfeita, vislumbrando a possibilidade dessa conciliação no trabalho com a Maternidade... gestantes, mães e bebês, parto, puerpério e, além disso, incluindo uma antiga escolha: a Dança! Tudo resolvido, certo? Errado!


À medida que o volume de trabalho foi aumentando, e a pressão (interna e externa) também, meus filhos iam ficando mais "terceirizados". Tá certo que tenho o privilégio de ter mãe e pai por perto e também uma zelosa  ajudante, mas não deixa de ser terceirização... Isso quando não recorro à televisão, que ainda estou criando coragem pra abolir da rotina aqui de casa. Para mim, o mais difícil é ver que, quando não estou por perto, a "coisa" pode sair bem diferente do que eu faria, assim como já acontece na escola... tá certo, não é o fim do mundo... mas me leva a constantes reflexões sobre minhas escolhas e, de novo, a busca da coerência.


Procuro não julgar quem faz escolhas diferentes da minha... Obviamente não estou falando de quem não tem opção. Apenas sinto que minha "missão" é mais micro, embora ainda não tenha conseguido achar o ponto de equilíbrio... Deve ser porque não está em carga horária de trabalho... São medidas de necessidade que variam tanto... um filho doente, uma filha carente, uma planta que precisa ser regada uns dias mais, outros menos, um livro a ser lido, uma história a ser contada... E assim continuo nessa maravilhosa e desafiante dança que é a maternidade, sem coreografia, e sempre muito movimentada.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

"EU NÃO SEI DANÇAR..."

Não é raro uma gestante ou mãe me procurar com vontade de participar das aulas, mas depois dizer... "sabe o que é? eu não sei dançar..." 
No meu pensamento, uma grande interrogação e fico especulando quais experiências que essa pessoa teve para dizer isto... Imagino que vieram da infância, alguém dizendo: "você não tem coordenação, não tem ritmo"... ou ainda pior: "você não tem vergonha de dançar deste jeito, está ridículo!" Outras vezes pode vir de uma vergonha do próprio corpo ou uma auto-exigência muito grande. Tudo isso passa a ser um grande fantasma! 
O movimento é parte da nossa vida desde antes do nascimento, no começo é involuntário e depois vai ganhando vontades, formas, qualidades... o simples fato de "ouvir" seu movimento e mudar suas qualidades e intenções já pode se tornar uma dança. 
Faça o teste, olhe para a sua mão e comece a movimentá-la , procurando sentir cada articulação dos dedos e também o punho. Depois, experimente outras formas de movimenta-la, mais rápido, mais lentamente, um dedo de cada vez ou todos de uma vez... Pronto, a dança já começou aí!
Obviamente não estou falando de danças codificadas, com passos, movimentos e, principalmente, uma estética pré-estabelecida do que é certo ou errado, bonito ou feio. Estou falando da dança que cada um tem dentro de si e que pode ser despertada na medida que temos consciência do nosso corpo e "escutamos" o que ele tem pra nos dizer. 
Estou falando da dança que qualquer um pode fazer, a partir de seu próprio repertório de movimento e da história do seu próprio corpo. A dança que dispensa o espelho, para não haver julgamentos, e na qual o limite de cada corpo é respeitado. O corpo integral, que não divide corpo-mente, corpo-sentimentos e sim SOMA... Somando, cada vez que se movimenta, que dança, este corpo se transforma e transforma as sensações, os pensamentos, as ações... 
O movimento vai ficando leve, harmonioso e singular, esteticamente lindo! Mesmo quando pode parecer estranho imaginar uma "barriguda e pesada", como muitas vezes se denominam as gestantes, rodopiando pelo salão!
É ESTA a dança que eu partilho nas aulas e que pratico com muita paixão!
Vamos dançar?

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Dentro de Mim


       Apresentação de conclusão do curso "Processo Criativo", realizado sob a orientação da profa dra Jussara Miller, com duração de um ano.  
      "Dentro de Mim" é uma leitura corporal da intensa vivência da maternidade.Desde a gestação, passando pelo parto, amamentação e o processo de se constituir mãe, com toda a ambivalência de sentimentos e sensações envolvidas. 
         A dor, o prazer, o amor incondicional, o cansaço, a culpa. 
      O corpo da mulher em transformação, em movimento, da simbiose com o bebê à necessidade de construir uma nova identidade. 
       Um diálogo entre dança e fotografia que envolveu a pesquisa corporal partindo da técnica Klauss Vianna e de experiências pessoais e observações de outras mulheres no processo da maternidade.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Caia na Folia com seu Bebê!

Quarta-feira, dia 15/02 venha se aquecer para a folia!
Para as mamães e papais que sempre gostaram de pular carnaval e para aqueles que os bailes só começaram depois que o bebê nasceu! Vamos brincar, dançar, nos exercitar e nos divertir em uma aula especial! 

Horário: 15:00h
Local: Espaço Sabiah
Informações: larissa@carpintero.org  tel. (19)92168374

Compartilho uma música que é puro carnaval para Bebês!! 
Carnaval da Palavra Cantada - "Só quero a mamãe e o papai"!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Naolí Vinaver e a Maternidade em Movimento

Foto: Vivian Scaggiante
Nos últimos dias tenho tido a grande honra de estar próxima a essa linda mulher, parteira, guru, que é a Naolí Vinaver. A cada encontro que tenho com ela, seja informal, para um almoço ou uma carona, seja nos cursos que ela está oferecendo em parceria com o Grupo Samaúma, sinto uma profunda gratidão por poder ouvi-la, tocá-la e.. DANÇAR com ela! 

É isso mesmo, Naolí é uma grande dançarina também! Seu corpo se movimenta com harmonia e muita leveza, mas ao mesmo tempo seus movimentos são profundos e de grande expressividade. Mas o que é ainda mais lindo é sua capacidade de fazer outras mulheres movimentarem não somente o corpo, mas a alma, as emoções, as percepções... Muitas vezes, depois de uma grande Dança, vi essas mulheres mais abertas, sorrindo, chorando e sem palavras para dizer... o corpo já tinha dito tudo!

Impossível não me recordar de mulheres em trabalho de parto, conectadas consigo mesmas, movimentado o corpo, sem regras, sem "passos" ou direções determinadas, apenas escutando o que o corpo queria e agindo para aliviar a dor ou buscar o ritmo do nascimento do seu bebê. Impossível não me recordar das Grávidas e Mães que passaram pela DanSamaúma, dançando com seus bebês na busca de uma conexão interna e vínculo, na busca de uma nova organização e transformação em um novo corpo. Um processo também profundo que dispensava   palavras e explicações.

Encontrar a Naolí e sua dança me deu mais certeza de que a maternidade está no corpo das mulheres e que o corpo não é só a barriga que cresce ou os peitos que amamentam... no corpo da mãe está o medo, a alegria, as dores, as dúvidas e tensões, a gratidão, a emoção, a força... Quanto mais movimento corporal, mais consciência, menos estagnação, mais leveza, menos tensão, mais expansão...Mais possibilidades de organizar e receber a Maternidade como um presente que a vida nos dá a cada dia. 

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Retorno das Aulas 2012

Na próxima semana retornaremos com nossas aulas para mais um ano de muito Movimento e Maternidade ou "Maternidade em Movimento"!


Para as Mães e Bebês -
Retorno na Quarta-feira, dia 18/01, às 15:00h (aulas semanais)

Para as Gestantes -
Retorno na Quinta-feira, dia 19/01, às 18:00h (aulas semanais)

Para Agendar uma aula experimental entre em contato pelo e-mail larissa@carpintero.org  ou pelo tel. (19) 92168374

Acompanhe e Curta a nossa Página no facebook   http://www.facebook.com/DanSamauma